Buscar
  • Luane Morais

Vereador Betinho homenageia policiais do PROMUSE


Por meio de proposição de moção de congratulação, o vereador Betinho (Republicanos) homenageou na sessão desta quinta-feira (06) Policiais militares que compõe o Programa Mulher Segura MS (PROMUSE), pelo excelente trabalho desenvolvido na orientação, prevenção e intervenções com vítimas e agressores, encaminhando-os aos demais órgãos que compõem a rede de apoio e proteção. “Parabenizo pelo comprometimento e dedicação junto a nossa sociedade, contribuindo para erradicação da violência doméstica e familiar contra a mulher. Que Deus continue iluminando sempre esta nobre missão!”, desejou o parlamentar.


Amanhã, 07 de Agosto, de acordo com a Lei 3.703/2009, é o Dia Estadual de Comemoração à Lei Maria da Penha, data importante porque abre um espaço de reflexão e discussão sobre a lei Maria da Penha, que é uma conquista para as mulheres. E nessa oportunidade, Betinho destacou o trabalho do PROMUSE, cujos os resultados são tão animadores que os Estados de Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Distrito Federal copiaram o modelo de Mato Grosso do Sul.


O PROMUSE inclusive foi reconhecido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em 2017, como uma das dez melhores práticas inovadoras no enfrentamento à violência contra a mulher no país e também foi um dos finalistas do Prêmio Innovare em 2018. E foi regulamentado pela Portaria PMMS Nº 032/18, consiste em um policiamento orientado ao problema, o qual tem por objetivo o enfrentamento da violência doméstica, por meio de ações de prevenção, promovendo a segurança pública e os direitos humanos, realizando intervenções familiares com vítimas e agressores, encaminhando-os aos demais órgãos que compõem a rede de apoio e proteção.

Em Campo Grande, em 15 dias, 8 autores de violência doméstica foram presos pelo PROMUSE somente na região do Imbirussu. O programa acompanha as vítimas fazendo com que elas se sintam seguras em denunciar a violência, promovendo também um melhor relacionamento da polícia com a sociedade, onde nós conseguimos detalhes dos agressores que algumas vezes são vinculados a facções criminosas.


Exemplo:


Dentre os 8 autores presos nos últimos 15 dias, em um dos casos, uma pessoa que é acompanhada pelo PROMUSE, denunciou que sua mãe uma senhora de 76 anos, possuía Medida Protetiva de Urgência em desfavor de seu neto, mas a alguns dias este indivíduo estaria decumprindo tal medida, porém a senhora sentia medo de denunciar por conta das constantes ameaças por parte do neto, incluindo citações a uma facção criminosa, dizendo que em caso de denúncia os seus comparsas fariam algo contra a idosa e seus familiares, após contato da equipe do PROMUSE a idosa se sentiu amparada e segura para fazer a denúncia, sendo o autor preso e encaminhado para a DEAM. Esse é um tipo de autor que o Promuse combate, mas dentre “autores” existem inúmeros tipos, outros que são alcoólatras, usuários de drogas, problemas psicológicos, entre outros.

1 visualização0 comentário