Buscar
  • Daniel Campos

Betinho realiza ação de combate ao mosquito da dengue no Bairro Nova Serrana e no Serraville


Visando o combate à proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue e de outras doenças que assolam a população campo-grandense, como a Zyca e a Chikungunya, no último domingo (1), o vereador Betinho deu prosseguimento ao projeto de distribuição da muda da planta Crotalária no Bairro Nova Serrana e no Conjunto Serraville, em Campo Grande. Na oportunidade, o parlamentar conversou a respeito dos cuidados necessário em casa e de ações a serem desenvolvidas na cidade. Aplicada em diversas cidades do país, o projeto busca diminuir a propagação do mosquito transmissor nas casas da população e de casos registrados na cidade.

“É uma experiência que é desenvolvida em diversas cidades do país e acredito que seja uma iniciativa válida em Campo Grande. A Crotalária atrai a libélula, predador natural do mosquito da dengue. Segundo pesquisadores, a libélula pode eliminar o Aedes aegypti quando ele já é adulto ou ainda na forma de larva. O inseto deposita suas larvas em águas limpas, igual ao Aedes, e as larvas da libélula se alimentam das larvas do Aedes.”, disse.

Somente nos três primeiros meses de 2016, foram registrados 23.277 casos de dengue em Campo Grande, número superior aos 14.450 casos registrados em todo ano passado. Os números são do boletim epidemiológico, divulgado no início do mês de abril pela Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES).

Em fevereiro, deste ano, a prefeitura anunciou que distribuirá mudas da Crotalária para que a população de Campo Grande possa cultivar em suas residências e, assim, criar mecanismos no combate ao mosquito Aedes aegypti. A iniciativa visa diminuir o número de casos relacionados à doença, que, nesses três meses, segundo o boletim epidemiológico, levou três pessoas ao óbito na cidade.

#Crotalária #Betinho #Serraville #NovaSerrana #Combateadengue

3 visualizações0 comentário