Buscar
  • Daniel Campos

Vereador Betinho apresenta o projeto do Festival da Cultura dos Povos Indígenas


Visando à integração dos povos indígenas, o vereador Betinho (PRB) apresentou ao diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura (Fundac), Wilton Edgar Acosta, o projeto do Festival da Cultura dos Povos Indígenas de Campo Grande – Okara Pantanal. Em companhia da promotora de eventos, Vanuza Jardim, e do cacique da aldeia urbana Darcy Ribeiro, Vânio Lara, o parlamentar republicano pôde expor a contribuição da festividade para os povos indígenas urbanos de Campo Grande e das demais regiões do Estado.

“O Festival da Cultura dos Povos Indígenas de Campo Grande tem muito a contribuir para a inclusão e integração da cultura dos povos indígenas na Capital. Há exemplos de outras festividades, como o Jogos Mundiais Indígenas, realizado em Palmas, Tocantins, que tem resultado positivo nesse sentido. Acredito que precisamos desse fortalecimento, um olhar mais atento a valorização da cultura indígena. Temos um elevado número de indígenas na cidade. São identificados com suas identidades e cultura, buscam integrar-se a cultura urbana mas sem deixar costumes próprios, como a língua”, disse Betinho.

O objetivo é realizar o festival na semana do dia 19 de abril, Dia do Índio, envolvendo etnias das aldeias urbanas de Campo Grande, com apresentação cultural, esportiva e exposição de práticas de saúde desenvolvidas pelos diversos grupos, resgatando valores indígenas, como a solidariedade, o espírito de comunidade, o respeito ao próximo e ao meio ambiente, a união e, principalmente, preservar os ensinamentos medicinais. Há a intenção de convidar a etnia Kuikuro, indígenas que habitam aldeias na região do Parque Indígena Xingu, localizado no estado de Mato Grosso.

Segundo lideranças das aldeias indígenas, a população indígena em Campo Grande é composta por 10 mil pessoas. De acordo com pesquisa de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é apontado 5.898 indígenas na Capital.

Atualmente, na capital, têm as aldeias urbanas de Marçal de Souza, Darcy Ribeiro, Água Bonita, Tarsila do Amaral e Santa Mônica, compostas das seguintes comunidades: Comunidade Indígena Indubrasil; Comunidade Indígena Jardim Aeroporto; Comunidade Indígena Santa Luzia; Comunidade Indígena Guanandi; Comunidade Indígena Estrela da Manhã; Comunidade Indígena Itamaracá; Comunidade Indígena São Jorge da Lagoa; Comunidade Indígena Bourbon; Comunidade Indígena Caiobá; e Comunidade Indígena Aero Rancho.

#Fundac #Betinho #PovosIndígenas

30 visualizações0 comentário